Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Rocha Laboratório Total

  • Entre em contato:
  • (48) 3433.5835
  • (48) 99988.3976

Resultados de Exames

Vacina Catapora (varicela)

A Doença

A catapora ou varicela é uma doença viral, altamente contagiosa, transmissível por gotículas de saliva da tosse ou de espirros, ou pelo contato com a secreção das lesões da pele de pessoas infectadas pelo vírus.

O quadro clínico geralmente se inicia com febre alta, seguida pelo aparecimento de pintas que evoluem para pequenas bolhas e, em seguida, para crostas. Essas lesões surgem no tronco e alastram-se por todo o corpo, inclusive para o couro cabeludo e para as mucosas oral, ocular e genital. A coceira é intensa, causando muita irritabilidade nas crianças. Nas lesões, pode haver contaminação e infecção por bactérias, podendo levar a uma cicatriz permanente no local. Pneumonia e encefalite, embora raras, são as complicações mais graves da doença. O vírus da catapora fica alojado em nervos e pode, em pacientes mais idosos, reativar-se na forma de herpes zoster, geralmente quando ocorre uma queda na imunidade, cuja manifestação clínica inclui lesões extremamente dolorosas no trajeto do nervo onde ficou alojado.

A Vacina

A vacina contra a catapora é recomendada pela Sociedade Brasileira de Pediatria. Eficaz e segura, proporciona uma proteção duradoura em crianças e adultos saudáveis. Pode evitar a doença mesmo quando aplicada até três dias após o contato. 

A vacina é feita a partir do vírus vivo e atenuado da varicela. Os efeitos adversos mais comuns são febre baixa, que pode ocorrer entre 7 e 14 dias após a vacinação, e dor local, que pode ser aliviada com a aplicação de compressas frias. Recomenda-se não usar medicações que contenham ácido acetil-salicílico (AAS, Aspirina etc.), em razão do risco de complicações com essa droga. 

Em 7 e 8% das pessoas vacinadas pode ocorrer uma forma bastante branda de varicela, com número reduzido de lesões, até um mês após a vacinação.